A (IN) CONSTITUCIONALIDADE DA LIMITAÇÃO DO DANO MORAL EM CASO DE INDENIZAÇÃO POR ACIDENTE DE TRABALHO

Claudineia Maciel Silva

Resumo


O presente artigo buscou analisar por meio da revisão bibliográfica, pesquisa doutrinária e documental as mudanças trazidas com a reforma trabalhista, implementada através da Lei 13.467 de 13 de julho de 2017. Os incisos I, II, III e IV do artigo 223-G inseridos na Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) são questionados. Conclui-se que as novas normas dissociam-se dos princípios constitucionais, rompendo com a lógica inclusiva do Direito do Trabalho. Os parâmetros definidos para a quantificação do dano são incompatíveis com as demais normas contidas na Constituição, no Código de Defesa do Consumidor,  no Código Civil e no Código de Processo Civil brasileiros. A restrição estabelecida fere os direitos dos trabalhadores, que é o destinatário das normas trabalhistas. A sociedade deve ser a maior interessada na proteção desses trabalhadores. Com essa norma o Brasil se aproxima de um modelo de Estado que não se baseia nos princípios da isonomia e da dignidade da pessoa humana.


Texto completo:

PDF

Referências


BRASIL. Constituição (1988). Constituição da República Federativa do Brasil: promulgada em 05 de outubro de 1988. Brasília/DF, out. 1988. Disponível emhttp://www.planalto.gov.br/ccivil_03/LEIS/2002/L10406.htm . Acesso em 10 jun. 2019.

BRASIL. Lei n. 10.406, de 10 de janeiro de 2002. Institui o Código Civil. Brasília: DF, 2002. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/LEIS/2002/L10406.htm. Acesso em 10 jun. 2019.

DALLEGRAVE NETO, José Affonso. Responsabilidade civil no direito do trabalho. São Paulo: Ltr, 2005.

DINIZ, Maria Helena. Curso de Direito Civil Brasileiro: Teoria Geral do Direito Civil. 26. ed. São Paulo: Saraiva, vol. 1, 2009.

FACCHINI NETO, Eugenio; WESENDONCK, Tula. Danos existenciais: “precificando” lágrimas? In: Revista de Direitos e Garantias Fundamentais. Vitória, n. 12, p. 229-268, jul./dez. 2012. Disponível em: https://dialnet.unirioja.es/servlet/articulo?codigo=6136433. Acesso em 10. jun. 2019

FACHIN, Luiz Edson. Responsabilidade civil Contemporânea no Brasil: notas para uma aproximação. Disponível em: http://fachinadvogados.com.br/artigos/FACHIN%20Responsabilidade.pdf . Acesso em 10. jun. 2019

FILHO, Jorge Cavalcanti Boucinhas. Direito do trabalho, direito penal do trabalho, direito processual do trabalho e a reforma trabalhista (Lei 13.467/2017). São Paulo: LTr, 2017, p. 221-227

FLORINDO, Valdir. A proximidade da Justiça do Trabalho com o dano moral. 42ª ed. Belo Horizonte: Informativo Dinâmico, IOB, 1995, p. 570-571.

Lei n. 13.467, de 13 de julho de 2017. Altera a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), aprovada pelo Decreto-Lei no 5.452, de 1o de maio de 1943, e as Leis nos 6.019, de 3 de janeiro de 1974, 8.036, de 11 de maio de 1990, e 8.212, de 24 de julho de 1991, a fim de adequar a legislação às novas relações de trabalho. Brasília: DF, 2017. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2015-2018/2017/Lei/L13467.htm . Acesso em 10 jun. 2019.

LEVADA, Cláudio Antônio Soares. Liquidação de Danos Morais. São Paulo: Copola, 1995, p. 23-24.

MEIRELES, Edilton. Temas da reforma trabalhista. São Paulo: LTr, 2018.

MELO, Nehemias Domingos de. Dano Moral: problemática do cabimento à fixação do quantum. São Paulo: Atlas, 2 ed., 2011.

MORAES, Maria Celina Bodin de. Na Medida da Pessoa Humana: Estudos de Direito CivilConstitucional. Rio de Janeiro: Renovar, 2010.

MPF - Ministério Público Federal. Petição interposta ao Supremo Tribunal Federal. In: ADI n.º 5870. Brasília/DF: STF, 2018. Disponível em: https://portal.stf.jus.br/processos/detalhe.asp?incidente=5335465. Acesso em 10. jun. 2019

OLIVEIRA, Sebastião Geraldo de. O dano extrapatrimonial trabalhista após a Lei n. 13.467/2017, modificada pela MP n. 808, de 14 novembro de 2017. Belo Horizonte: Revista do Tribunal Regional do Trabalho 3º Região, 2017, p. 333-369. Disponível em: . Acesso em 10. jun. 2019

SARLET, Ingo Wolfgang. As Dimensões da Dignidade da Pessoa Humana: Construindo uma Compreensão Jurídico-Constitucional Necessária e Possível. In: Revista Brasileira de Direito 30 Constitucional. São Paulo: RBDC, n. 9, p. 361-388, jan./jun. 2007. Disponível em: < .esdc.com.br/RBDC/.../RBDC-09-361-Ingo olfgang Sarlet.pdf >. Acesso em 10. jun. 2019

SARMENTO, Daniel. Dignidade da Pessoa Humana: conteúdo, trajetórias e metodologia. Belo Horizonte: Editora Fórum, 2 ed., 2016.

SILVA, Luiz de Pinho Pedreira da. A Reparação do Dano Moral do Direito do Trabalho. São Paulo: LTr, 2004.

THEODORO JUNIOR, Humberto. Dano moral. 5.ed. São Paulo: Editora Juarez de Oliveira, 2007, pp. 3-4


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN: 2447-8091