Grupos podem ter conhecimento?

Delvair Moreira

Resumo


Neste trabalho eu pretendo defender que grupos podem ter conhecimento explorando uma solução agnóstica para o debate entre crente e rejeicionistas. Uma forma comum de argumentar que grupos podem ter conhecimento é argumentando que algumas atitudes doxásticas instanciadas por grupos não podem ser reduzidas a soma das atitudes individuais dos membros que compõem o grupo e, assim, deveriam ser tratadas como uma propriedade do grupo e não dos indivíduos. Crentes, defendem que tais atitudes são crenças coletivas e, desta forma, podem constituir conhecimento. Rejeicionistas, por outro lado, argumentam que atitudes doxásticas exibidas por grupos são aceitações coletivas. Como conhecimento é tipicamente analisado em termos de crença verdadeira justifcada, se rejeicionistas estiverem corretos, então grupos não seriam capazes de conhecimento. A solução agnóstica consiste em argumentar que, sejam atitudes doxásticas coletivas crenças ou aceitações, estas podem exibir o elemento epistêmico essencial para análise do conhecimento e, portanto, grupos podem ter conhecimento coletivo.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.