Práticas doxásticas, experiência mística e crenças originárias: um problema na epistemologia de William Alston

Rodrigo Rocha Silveira

Resumo


Este trabalho objetiva apontar um possível problema na abordagem epistemológica de William Alston a respeito da justifcação de crenças religiosas baseadas em experiências místicas. O problema consiste no fato de que a teoria das práticas doxásticas de Alston só concede justifcação às crenças geradas por práticas doxásticas místicas uma vez que estas sejam sufcientemente estabelecidas socialmente no contexto do sujeito epistêmico que nelas toma parte, o que excluiria a justifcação aos sujeitos epistêmico com respeito a crenças religiosas originárias baseadas em experiência perceptual mística. Entende-se por crenças perceptuais místicas originárias aquelas tidas pelos fundadores e primeiros seguidores de uma religião. Ademais, tenta-se mostrar que esse defeito da teoria alstoniana se estenderia às demais práticas doxásticas.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.