Teorias da dominação masculina: uma análise crítica da violência de gênero para uma construção emancipatória

Renata Nascimento Gomes

Resumo


A violência de gênero se expressa e se reproduz culturalmente através de comportamentos irrefletidos, aprendidos histórica e socialmente. Bourdieu defende a ideia de que a dominação masculina é aprendida pelo homem e absorvida pela mulher inconscientemente. Entende-se que a violência é um problema social e como tal deve ser atacado não somente nos resultados. O objetivo geral deste estudo é compreender o problema da dominação masculina em sua origem. Justifica-se essa análise diante do elevado número de ocorrências de violência de gênero no Brasil, o que comprova a dificuldade de resolver esse grave problema. Numa perspectiva macroestrutural, a pesquisa é desenvolvida através do método analítico, com depuração de material bibliográfico assim como textos de lei. Como marco teórico, serão utilizadas as noções de violência simbólica e dominação masculina, desenvolvidas por Pierre Bourdieu.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Libertas

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Libertas - Revista de Pesquisa em Direito da UFOP. Qualis B1

Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP)

ISSN: 2319-0159


Conheça nossos indexadores: