Silogismo e análise musical em Carl Dahlhaus

Antenor Ferreira Corrêa

Resumo


Proposição sobre a estrutura silogística montada pelo musicólogo Carl Dahlhaus visando a equacionar o problema do esfacelamento da estética após o final da prática comum. Inicio com a exposição dessa arquitetura argumentativa disposta por Dahlhaus. A seguir, apresento os critérios por ele adotados para valoração estética. Por fim, valendo-se do Opus 30 (1927) de Schoenberg, exemplifico como esta estrutura de pensamento montada por Dahlhaus é transportada para as críticas que ele realizou.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Revista ArteFilosofia

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

ArteFilosofia - Publicação Semestral

Revista de Estética e Filosofia da Arte do Programa de Pós-graduação em Filosofia - UFOP

ISSN: 2526-7892 (on-line)

ISSN: 1809-8274 (impresso)

Qualis CAPES: B1 (Filosofia)

Endereço de contato: artefilosofia.defil@ufop.edu.br 

ArteFilosofia – Biannual Journal

Journal of Aesthetic and Philosophy of Art. Graduation Program on  Philosophy – UFOP

ISSN: 2526-7892 (on-line)

ISSN: 1809-8274  (print)

Qualis CAPES: B1 (Philosophy)

Contact: artefilosofia.defil@ufop.edu.br