A invenção musical em Der vollkommene Capellmeister [“o mestre-de-capela perfeito, 1739], de Johann Mattheson

Mônica Lucas

Resumo


No mundo Reformado dos sécs. XVII e XVIII, autores de tratados sobre a composição musical, disciplina conhecida na época como musica poetica, emprestaram a sistemática e a terminologia de oratórias e de poéticas greco-latinas. A descrição mais abrangente e detalhada desta concepção musical está apresentada nos escritos de Johann Mattheson (1681-1764), músico, diplomata e homem de letras. Dentre suas obras, seu último tratado musical, Der vollkommene Capellmeister ["O Mestre-de-Capela Perfeito", 1739], contém a exposição mais detalhada disponível acerca da musica poetica. Concentrar-nos-emos, neste artigo, na primeira etapa da composição musical - inventio -, de modo a examinar mais profundamente o débito de Mattheson para com a instituição retórica latina.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Revista ArteFilosofia

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

ArteFilosofia - Publicação Semestral

Revista de Estética e Filosofia da Arte do Programa de Pós-graduação em Filosofia - UFOP

ISSN: 2526-7892 (on-line)

ISSN: 1809-8274 (impresso)

Qualis CAPES: B1 (Filosofia)

Endereço de contato: artefilosofia.defil@ufop.edu.br 

ArteFilosofia – Biannual Journal

Journal of Aesthetic and Philosophy of Art. Graduation Program on  Philosophy – UFOP

ISSN: 2526-7892 (on-line)

ISSN: 1809-8274  (print)

Qualis CAPES: B1 (Philosophy)

Contact: artefilosofia.defil@ufop.edu.br