Dispositio: uma leitura retórica da forma musical contemporânea

William Teixeira da Silva, Silvio Ferraz

Resumo


A forma é um dos parâmetros mais presentes nas análises do discurso e, do mesmo modo, o é na análise do discurso musical. Todavia, a complexificação estrutural da música contemporânea tem tornado cada vez mais improvável um pensamento analítico sobre essa dimensão que corresponda à realidade estética de seu material. Tendo em vista que a idéia de uma forma musical surge justamente do contato que a retórica e a música vem tendo através dos tempos, a forma será discutida aqui a partir do referencial da Nova Retórica, movimento importante para a retomada do pensamento retórico no século XX. Essa tão necessária readequação epistemológica faz emergirem outras questões de ordem pressuposicional, e serão discutidas brevemente algumas delas como a questão do Tempo e das noções de Matéria e Forma. Por fim, a discussão terá sua aplicabilidade verificada através de análises formais da Sequenza XIV e de Lês Mots Sont Allés..., ambas escritas pelo compositor Luciano.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Revista ArteFilosofia

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

ArteFilosofia - Publicação Semestral

Revista de Estética e Filosofia da Arte do Programa de Pós-graduação em Filosofia - UFOP

ISSN: 2526-7892 (on-line)

ISSN: 1809-8274 (impresso)

Qualis CAPES: B1 (Filosofia)

Endereço de contato: artefilosofia.defil@ufop.edu.br 

ArteFilosofia – Biannual Journal

Journal of Aesthetic and Philosophy of Art. Graduation Program on  Philosophy – UFOP

ISSN: 2526-7892 (on-line)

ISSN: 1809-8274  (print)

Qualis CAPES: B1 (Philosophy)

Contact: artefilosofia.defil@ufop.edu.br