Uma leitura espinozista de Perto do coração selvagem

Gabriela Guimarães Gazzinelli

Resumo


Este ensaio propõe uma leitura do romance Perto do coração selvagem, de Clarice Lispector, com base em alguns conceitos da Ética do Espinoza, como (i) as modalidades de conhecimento sensível, racional e intuitivo, (ii) a compreensão metafísica da natureza e da necessidade das leis naturais e (iii) a bem-aventurança moral resultante da compreensão metafísica da realidade. Pretende-se mostrar que a originalidade do primeiro romance de Clarice procede da elaboração de intuições metafísicas espinozistas, mais que dos elementos de fluxo de consciência que lhe são comumente atribuídos.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Revista ArteFilosofia

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

ArteFilosofia - Publicação Semestral

Revista de Estética e Filosofia da Arte do Programa de Pós-graduação em Filosofia - UFOP

ISSN: 2526-7892 (on-line)

ISSN: 1809-8274 (impresso)

Qualis CAPES: B1 (Filosofia)

Endereço de contato: artefilosofia.defil@ufop.edu.br 

ArteFilosofia – Biannual Journal

Journal of Aesthetic and Philosophy of Art. Graduation Program on  Philosophy – UFOP

ISSN: 2526-7892 (on-line)

ISSN: 1809-8274  (print)

Qualis CAPES: B1 (Philosophy)

Contact: artefilosofia.defil@ufop.edu.br