Anúncio do mundo, prejuízos do comportamento teórico e pensamento poético em Heidegger

Andreia Aparecida Marin

Resumo


No presente texto, discuto a crítica de Heidegger ao comportamento teórico e a consideração do comportamento poético como alternativa à radicalidade da representação. O ponto central do texto é a análise da desmundanização do ente intramundado e do anúncio do mundo operado a partir da ruptura da manualidade. Ilustro a discussão fazendo uma digressão aos “Carreteis” de Iberê Camargo, que desenvolveu a expressão de um mundo originário, fazendo da imagem do ente – instrumento (Zeug) – um ser simplesmente dado, singular, não subsumido nas determinações do sujeito, mas ao encontro do Dasein.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Revista ArteFilosofia

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

ArteFilosofia - Publicação Semestral

Revista de Estética e Filosofia da Arte do Programa de Pós-graduação em Filosofia - UFOP

ISSN: 2526-7892 (on-line)

ISSN: 1809-8274 (impresso)

Qualis CAPES: B1 (Filosofia)

Endereço de contato: artefilosofia.defil@ufop.edu.br 

ArteFilosofia – Biannual Journal

Journal of Aesthetic and Philosophy of Art. Graduation Program on  Philosophy – UFOP

ISSN: 2526-7892 (on-line)

ISSN: 1809-8274  (print)

Qualis CAPES: B1 (Philosophy)

Contact: artefilosofia.defil@ufop.edu.br