APRESENTAÇÃO CRÍTICA DA OBRA DE DIDI-HUBERMAN E DE SUAS CONCEPÇÕES SOBRE ARTE E IMAGEM

José D’Assunção Barros

Resumo


Este artigo busca examinar a obra e concepções de um dos grandes historiadores da Arte e da Imagem, nas décadas recentes: Georges Didi-Huberman (1953). O autor é examinado sob a perspectiva de que, no decorrer de sua produção bibliográfica, tem cumprido funções diversas, tais como a de historiador da arte, crítico de arte, historiador das imagens, e historiador através das imagens.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Revista ArteFilosofia

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

ArteFilosofia - Publicação Semestral

Revista de Estética e Filosofia da Arte do Programa de Pós-graduação em Filosofia - UFOP

ISSN: 2526-7892 (on-line)

ISSN: 1809-8274 (impresso)

Qualis CAPES: B1 (Filosofia)

Endereço de contato: artefilosofia.defil@ufop.edu.br 

ArteFilosofia – Biannual Journal

Journal of Aesthetic and Philosophy of Art. Graduation Program on  Philosophy – UFOP

ISSN: 2526-7892 (on-line)

ISSN: 1809-8274  (print)

Qualis CAPES: B1 (Philosophy)

Contact: artefilosofia.defil@ufop.edu.br