Nietzsche e a ciência: Do Romantismo ao “Novo Esclarecimento”(Aufkärung)

Bárbara Lucchesi Ramacciotti

Resumo


O presente artigo visa examinar a mutação em torno da questão da ciência que ocorre entre o programa da “metafísica de artista” exposto em O Nascimento da Tragédia (1872) e o projeto de uma filosofia histórica delineado em Humano, demasiado humano (1878). Por meio deste procedimento pretende-se compreender o que significa a tarefa nietzschiana de: "levar adiante o esclarecimento” (Aufklärung). Faremos uma análise dos textos mencionados privilegiando alguns pares de opostos, que operam como guias da rede conceitual implicada nas distintas concepções nietzschiana de ciência e filosofia, tais como: arte X ciência, sabedoria trágica X racionalismo socrático, filosofia histórica X metafísica, convicção X verdade-experimento, espírito livre X espírito cativo.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Revista ArteFilosofia

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

ArteFilosofia - Publicação Semestral

Revista de Estética e Filosofia da Arte do Programa de Pós-graduação em Filosofia - UFOP

ISSN: 2526-7892 (on-line)

ISSN: 1809-8274 (impresso)

Qualis CAPES: B1 (Filosofia)

Endereço de contato: artefilosofia.defil@ufop.edu.br 

ArteFilosofia – Biannual Journal

Journal of Aesthetic and Philosophy of Art. Graduation Program on  Philosophy – UFOP

ISSN: 2526-7892 (on-line)

ISSN: 1809-8274  (print)

Qualis CAPES: B1 (Philosophy)

Contact: artefilosofia.defil@ufop.edu.br