A desartifi cação da arte segundo Adorno: antecedentes e ressonâncias

Rodrigo Duarte

Resumo


Nesse artigo, o tema da “desartifi cação da arte” – uma das contribuições mais originais, mas também mais obscuras, da Teoria Estética de Theodor Adorno – é elucidado a partir dos próprios textos do autor. No entanto, apesar de sua especifi cidade para com a estética adorniana, o conceito de desartifi cação mantém uma relação tanto com a tradição anterior da fi losofi a da arte, especialmente com o tema do fi m da arte nos Cursos de Estética de Hegel, quanto com os desdobramentos mais recentes, como, por exemplo, a teoria sobre a arte contemporânea (ou pós-histórica) de Arthur Danto. Em vista disso, a investigação do tema da desartifi cação em Adorno é precedida, aqui, de uma sucinta análise do aludido motivo hegeliano e seguida de uma rápida apresentação da temática conexa na estética de Danto.

Palavras-chave


Estética adorniana; Arte contemporânea; Teoria Crítica da Sociedade; Arthur Danto

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Revista ArteFilosofia

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

ArteFilosofia - Publicação Semestral

Revista de Estética e Filosofia da Arte do Programa de Pós-graduação em Filosofia - UFOP

ISSN: 2526-7892 (on-line)

ISSN: 1809-8274 (impresso)

Qualis CAPES: B1 (Filosofia)

Endereço de contato: artefilosofia.defil@ufop.edu.br 

ArteFilosofia – Biannual Journal

Journal of Aesthetic and Philosophy of Art. Graduation Program on  Philosophy – UFOP

ISSN: 2526-7892 (on-line)

ISSN: 1809-8274  (print)

Qualis CAPES: B1 (Philosophy)

Contact: artefilosofia.defil@ufop.edu.br