O OLHAR QUE FAZ RASURA NA PINTURA DE MODIGLIANI

Ariane Santellano de Freitas, Edson Luiz André de Sousa

Resumo


Esse artigo versa sobre a questão do olhar nos terrenos da psicanálise e da arte, partindo dos efeitos produzidos no encontro com obra do pintor italiano Amedeo Modigliani. Ao buscar sentido para a representação no buraco dos olhos, presente nas pinturas do artista, tece reflexões acerca da imagem, no tocante à sua relação com o sujeito. Através da uma interdição na imagem, sublinha-se a importância dessas criações que implicam outro modo de acesso à imaginação, destacando a sua função de corte, função de rasgadura que faz emergir a experiência do avesso. Ao despir a imagem do véu que lhe recobre, a angústia inquietante que irrompe nesse ato de contemplação com a imagem traz a dimensão do horror proposta por Freud (1919), desvelando a nudez do olhar. Algo da morte faz rasura na imagem, na direção do que Barthes (1980) desenvolve ao situar a noção de punctum nas fotografias. Por fim, a reflexão sobre a máscara mortuária de Modigliani aponta a possibilidade de inserção da imagem na morte, reverso daquilo que o artista pinta nas suas imagens, em que algo da morte emerge lhes fazendo marca, recolocando, com isso, a questão dos limites da imagem no seu limiar com o real.

Palavras-chave


Arte; Psicanálise; Imagem; Olhar; Modigliani

Texto completo:

PDF

Referências


AUTOR, Anônimo. Diário de Imagens. Anotações particulares. Porto Alegre, 2016.

BARTHES, Roland. A câmara clara: nota sobre a fotografia. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1980.

DAVIS, Mick. (2004). Modigliani: paixão pela vida. Estados Unidos. Cor, áudio, 128 min.

DIDI-HUBERMAN, Georges. (1998). O rosto e a terra: onde começa o retrato, onde se ausenta o rosto. Revista de Artes Visuais, Porto Alegre, v. 9, n. 16, p. 61-82, 1998. Disponível em: http://seer.ufrgs.br/PortoArte/article/view/27751.

Acesso em: 15/09/2016.

DIDI-HUBERMAN, Georges. De semelhança a semelhança. Alea: Estudos Neolatinos, Rio de Janeiro, v. 13, n.1, p. 26-51, 2011. Disponível em: https://dx.doi.org/10.1590/S1517-106X2011000100003. Acesso em 20/09/2016.

FREUD, Sigmund. O estranho. In Edição standard das obras psicológicas completas de Sigmund Freud. (1919). Rio de Janeiro: Imago, 2006.

GODARD, Jean-Luc. (1960). Acossado. França. Preto e Branco, áudio, 88 min.

GRANDES MESTRES: Modigliani. São Paulo: Editora Abril, 2011.

KRYSTOF, Doris. Amedeo Modigliani: A poesia do olhar. Taschen. Rio de Janeiro: Zahar, 2012.

LACAN, Jacques. Seminário 20 – Mais, ainda (1972-1973). Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2008.

PARISOT, Christian. Modigliani. Porto Alegre: L&PM, 2006.

SALLES, Maria José Werner. Semelhança e morte: Máscaras Mortuárias em Mallarmé e Blanchot. Tese de doutorado, 2014. Disponível em: https://repositorio.ufsc.br/xmlui/handle/123456789/128777. ACESSO EM 20/09/2016.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Artefilosofia

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

ArteFilosofia - Publicação Semestral

Revista de Estética e Filosofia da Arte do Programa de Pós-graduação em Filosofia - UFOP

ISSN: 2526-7892 (on-line)

ISSN: 1809-8274 (impresso)

Qualis CAPES: B1 (Filosofia)

Endereço de contato: artefilosofia.defil@ufop.edu.br 

ArteFilosofia – Biannual Journal

Journal of Aesthetic and Philosophy of Art. Graduation Program on  Philosophy – UFOP

ISSN: 2526-7892 (on-line)

ISSN: 1809-8274  (print)

Qualis CAPES: B1 (Philosophy)

Contact: artefilosofia.defil@ufop.edu.br