Resolução de problemas de Geometria e atribuição de sucesso e fracasso das crianças dos anos iniciais

Evandro Tortora, Nelson Antonio Pirola

Resumo


Resumo: Este artigo é parte de uma pesquisa de mestrado e apresenta uma análise da questão “Quais são os principais fatores apontados pelos alunos para seu sucesso ou fracasso na resolução de problemas geométricos?”. Os dados foram analisados à luz da teoria da atribuição da causalidade de Weiner (1985). Participaram deste estudo vinte crianças do primeiro ao quinto ano do Ensino Fundamental (dois meninos e duas meninas de cada ano). Os alunos responderam a dez problemas de Geometria e participaram de uma entrevista. Os estudantes tenderam a atribuir as causas de sucesso e fracasso a fatores internos estabelecendo relação com suas percepções sobre ensino ou aprendizagem de Matemática, atenção, memória, percepção, crença na própria capacidade e sorte. Não foram percebidas diferenças entre meninos e meninas ou idades dos estudantes.

Palavras-chave: Resolução de Problemas. Geometria. Atribuição de Sucesso e Fracasso.

 

Resolution of Geometric problems and assignment of success and failure of children in initial years

Abstract: This article is part of a master's research and presents an analysis of the question "What are the key factors pointed out by students for their success or failure in solving geometric problems?" The data were analyzed in light of Weiner's theory of attribution of causality (1985). Twenty children from the first to fifth year of elementary school (two boys and two girls each year) participated in this study. Students answered ten Geometry problems and participated in an interview. Students tended to attribute the causes of success and failure to internal factors by relating to their perceptions about teaching or learning Math, attention, memory, perception, belief in one's own ability, and luck. No differences were noticed between boys and girls or students' ages.

Keywords: Problem Solving. Geometry. Assignment of Success and Failure.

 

Resolución de problemas de Geometría y asignación de éxito y fracaso de los niños de los años iniciales

Resumen: Este artículo es parte de una investigación de maestría y presenta un análisis de la cuestión "¿Cuáles son los principales factores apuntados por los alumnos para su éxito o fracaso en la resolución de problemas geométricos?". Los datos fueron analizados a la luz de la teoría de la atribución de la causalidad de Weiner (1985). Participaron de este estudio veinte niños del primero al quinto año de la Enseñanza Primária (dos niños y dos niñas de cada año). Los alumnos respondieron a diez problemas de Geometría y participar en una entrevista. Los estudiantes tienden a atribuir las causas de éxito y fracaso a factores internos estableciendo relación con sus percepciones sobre enseñanza o aprendizaje de Matemáticas, atención, memoria, percepción, creencia en la propia capacidad y suerte. No se percibieron diferencias entre niños y niñas o edades de los estudiantes.

Palavras chave: Resolución de problemas. Geometría. Atribución de Éxito y Fracaso.


Texto completo:

PDF

Referências


BOGDAN, Roberto Carlos; BIKLEN, Sari Knopp. Investigação qualitativa em Educação. Tradução Maria João Alvarez, Sara Bahia dos Santos e Telmo Mourinho Baptista. Porto: Porto Editora, 1994.

BORBA, Marcelo de Carvalho. A pesquisa qualitativa em Educação Matemática. In: 27ª REUNIÃO ANUAL DA ANPED, Caxambu. Anais da 27ª Reunião Anual da ANPEd. Caxambu: ANPEd, 2004, 21-24.

BORUCHOVITCH, Evely; MARTINI, Mirella Lopez. As atribuições de causalidade para o sucesso e o fracasso escolar e a motivação para a aprendizagem de crianças brasileiras. Arquivos Brasileiros de Psicologia, v. 49, n. 3, p. 59-71, 1997.

GARNICA, Antônio Vicente Marafioti. História Oral e Educação Matemática. In: BORBA, Marcelo de Carvalho; ARAÚJO, Jussara de Loiola. (Org.) Pesquisa qualitativa em Educação Matemática. Belo Horizonte: Autêntica, 2004, p.1-18.

HOFFER, A. Geometria é mais que prova. Tradução de Antonio Carlos Brolezzi. Mathematics Teacher, v. 74, p.11-18, 1981.

KELLEY, Harold Harding. The process of causal attribution. American Psychologist, v. 28, n. 2, p. 107-128, 1973.

MARTINI, Mirella Lopez. Atribuições de causalidade, crenças gerais e orientações motivacionais de crianças brasileiras.1999. 220f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Faculdade de Educação. Universidade Estadual de Campinas. Campinas.

MARTINI, Mirella Lopez; BORUCHOVITCH, Evely. A teoria da atribuição de causalidade: contribuições para a formação e atuação de educadores. Campinas: Alínea, 2004.

PAVANELLO, Regina Maria. O abandono do ensino de Geometria no Brasil: causas e consequências. Zetetiké, Campinas, v. 1, n. 1, p. 7-17, 1993.

PIROLA, Nelson Antonio. Solução de problemas geométricos: dificuldades e perspectivas. 2000. 245f. Tese (Doutorado em Educação) – Faculdade de Educação. Universidade Estadual de Campinas. Campinas.

REZI, Viviane. Um estudo exploratório sobre os componentes das habilidades matemáticas presentes no pensamento em Geometria. 2001.192f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Faculdade de Educação. Universidade Estadual de Campinas. Campinas.

REZI-DOBARRO, Viviane. Solução de problemas e tipos de mente matemática: relações com as atitudes e crenças de auto-eficácia. 2007. Tese (Doutorado em Educação) – Faculdade de Educação. Universidade Estadual de Campinas. Campinas.

STIPEK, Deborah; GRALINSKI, Heidi. Gender differences in children’s achievement-related beliefs and emotional responses to success and failure in mathematics. Journal of Educational Psychology, v. 83, n. 3, p. 361-371, 1991.

TORTORA, Evandro. Resolução de problemas geométricos: um estudo sobre conhecimentos declarativos, desenvolvimento conceitual, gênero e atribuição de sucesso e fracasso de crianças dos anos iniciais do Ensino Fundamental. 2014. 331f. Dissertação (Mestrado em Educação para Ciência) – Faculdade de Ciências. Universidade Estadual Paulista. Bauru.

TORTORA, Evandro; PIROLA, Nelson Antônio. O desenvolvimento de habilidades geométricas na Educação Infantil. In: XXIII SEMINÁRIO DE INVESTIGAÇÃO EM EDUCAÇÃO MATEMÁTICA, Coimbra. Anais do XXII SIEM. Coimbra: APM, 2012, p. 221-233.

VIANA, Odalea Aparecida. O componente espacial da habilidade matemática de alunos do Ensino Médio e as relações com o desempenho escolar e as atitudes em relação à Matemática e à Geometria. 2005. 299f. Tese (Doutorado em Educação) – Faculdade de Educação. Universidade Estadual de Campinas. Campinas.

VIANA, Odalea Aparecida. O conhecimento geométrico de alunos do CEFAM sobre figuras espaciais: um estudo das habilidades e dos níveis de conceito. 2000. 249f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Faculdade de Educação. Universidade Estadual de Campinas. Campinas.

WEINER, Bernard. A Theory of motivation for some classrrom experiences. Journal of Educational Psychology, v. 71, n. 1, p. 3-25, 1979.

WEINER, Bernard. An attributional theory of achievement motivation and emotion. Psychology Review, v. 92, n. 4, p. 548-573, 1985.

WEINERT, Franz Emanuel; SCHNEIDER, Wolfgang. The Munich Longitudinal Study on the Genesis of Individual Competencies (LOGIC). Max Planck – Institute fur Psychologische Forschung. Munich, Germany. Manuscrito não publicado, 1993.

WIGFIELD, Allan. Children's attributions for success and failure: effects of age and attentional focus. Jornal os Educational Psychology, v. 80, n. 1, p. 76-81, 1988.




DOI: https://doi.org/10.33532/revemop.v1n2a3

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 Revemop está licenciada sob Creative Commons