O uso da calculadora científica nas aulas de Matemática do Ensino Médio: explorando a resolução de problemas

José Edivam Braz Santana, Kátia Maria de Medeiros

Resumo


Esta pesquisa teve por objetivo investigar a influência do uso da calculadora científica no processo de resolução de problemas matemáticos com alunos de uma turma do 3º ano do Ensino Médio. Foi utilizada entrevista semiestruturada e realizadas seis sessões de resolução de problemas matemáticos em sala de aula. Os resultados apontam para a não utilização da calculadora na sala de aula, pela professora de Matemática da turma pesquisada. Os alunos consideram que usar a calculadora faz com que desaprendam a fazer cálculos manuscritos e os tornem dependentes da máquina. Esperamos que este trabalho contribua para a discussão em torno do assunto e possa, dessa forma, melhorar a qualidade do ensino e da aprendizagem em Matemática.

Palavras-chave: Calculadora Cientifica. Resolução de Problemas. Ensino Médio.


The use of the scientific calculator in High School Mathematics classes: exploring problem solving

 

Abstract: The purpose of this research was to investigate the influence of the use of scientific calculators in the process of mathematical solving problems with students in a High School class. It was carried out in a class of students in the 3rd year, through the use of a semistructured interview and six sessions of mathematical classroom problem resolution. The results point to the non-use of the calculator in the classroom, by the mathematics teacher in the class under study. Students found that using the calculator causes them to unlearn their handwritten calculations and become dependent on the calculator. We hope that this work contributes to the discussion around the subject and can, in this way, improve the quality of teaching / learning in Mathematics.

Keywords: Scientific calculator. Problem Solving. High School.


El uso de la calculadora científica en las clases de Matemáticas de la Enseñanza Media: explorando la resolución de problemas

 

Resumen: Esta investigación tuvo por objetivo investigar la influencia del uso de la Calculadora Científica en el proceso de resolución de problemas matemáticos con alumnos de una clase del 3º Año de la enseñanza secundaria. Se realizó en una clase de alumnos del 3º año de la Enseñanza Media, a través de la utilización de entrevista semiestructurada y de la realización de 6 (seis) sesiones de resolución de problemas matemáticos en el aula. Los resultados apuntan a la no utilización de la calculadora en el aula, por la profesora de Matemáticas de la clase investigada. Los alumnos consideran que usar la calculadora hace que desaprendan a hacer cálculos manuscritos, se vuelvan dependientes de la máquina. Esperamos que este trabajo contribuya a la discusión en torno al asunto y pueda, de esa forma, mejorar la calidad de la enseñanza/aprendizaje en Matemáticas.

Palavras chave: Calculadora científica. Resolución de problemas matemáticos. Enseñanza secundaria.


Texto completo:

PDF

Referências


ANDRÉ, Marli Elza Damazo Afonso. Estudo de caso em pesquisa e avaliação educacional. Brasília: Liberlivros, 2005.

BOGDAN, Roberto Carlos; BIKLEN, Sari Knopp. Investigação qualitativa em Educação. Tradução Maria João Alvarez, Sara Bahia dos Santos e Telmo Mourinho Baptista. Porto: Porto Editora, 1994.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais: Matemática. Brasília: MEC/SEF, 1998.

CORREIA, José Luís Menezes. Concepções e práticas de professores de Matemática: contributos para o estudo da pergunta. 1995. 187f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Faculdade de Ciências. Universidade de Lisboa. Lisboa.

D’AMBROSIO, Ubiratan. Da realidade à ação: reflexões sobre Educação e Matemática. São Paulo/Campinas: Summus/Unicamp, 1986.

DOORMAN, Michiel; DRIJVERS, Paul; DEKKER, Truus; HEUVEL-PANHUIZEN, Marja van den; LANGE, Jan de; WIJERS, Monica. Problem solving as a challenge for mathematics education in The Netherlands. ZDM, v. 39, n. 5-6, p. 405-418, oct. 2007.

FEDALTO, Dirceu Luiz. O imprevisto futuro das calculadoras nas aulas de Matemática do Ensino Médio. 2006. 161f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Setor de Educação. Universidade Federal do Paraná. Curitiba.

GUINTHER, Ariovaldo. Análise do desempenho de alunos do Ensino Fundamental em jogos matemáticos: reflexões sobre o uso da calculadora nas aulas de Matemática. 2009. 182f. Dissertação (Mestrado em Ensino de Matemática) – Faculdade de Ciências Exatas e Tecnologias. Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. São Paulo.

MEDEIROS, Kátia Maria de. A influência da calculadora na resolução de problemas matemáticos abertos. Educação Matemática em Revista, Brasília, n. 14, p. 19-28, ago. 2003.

MEDEIROS, Kátia Maria de. O contrato didático e a resolução de problemas matemáticos em sala de aula. Educação Matemática em Revista, Brasília, n. 9-10, abr. 2001.

MERCÊ, Célia Cristina Fidalgo. Concepções e práticas lectivas dos professores de Matemática do 2º Ciclo em relação à calculadora: contributos da formação para a reflexão. 2008. 139f.Dissertação (Mestrado em Educação) – Faculdade de Ciências. Universidade de Lisboa. Lisboa.

OLIVEIRA, José Carlos Gomes de. A visão dos professores de Matemática do estado do Paraná em relação ao uso de calculadoras nas aulas de Matemática. 1999. 160f. Tese (Doutorado em Educação) – Faculdade de Educação. Universidade Estadual de Campinas. Campinas.

PEREIRA, Marco; GUERREIRO, António. Calculadoras na sala de aula: uma investigação no 3º ano de escolaridade. In: XIX SEMINÁRIO DE INVESTIGAÇÃO EM EDUCAÇÃO MATEMÁTICA. Actas do XIX SIEM. Badajoz: GTI/APM, 2008, p. 104-116.

QUEZADA, Verónica Días; LETELIER. Alvaro Poblete. Resolución de problemas en Matemática y su integración con la enseñanza de valores eticos: el caso de Chile. Bolema, Rio Claro, v. 27, n. 45, p. 117-141, abr. 2013.

RUTHVEN, Kenneth. Towards a calculator-aware number curriculum. Mediterranean Journal for Research in Mathematics Education, v. 8, n. 1, 1-14, 2009.

SELVA, Ana Coelho Vieira; BORBA, Rute Elizabete de Sousa Rosa. O uso da calculadora nos anos iniciais do Ensino Fundamental. Belo Horizonte: Autêntica, 2010.

SMOLE, Kátia Stoco; DINIZ, Maria Ignês. Matemática: Ensino Médio. 4. ed. São Paulo: Saraiva, 2004.

SOUSA, Alex Ferreira de. O uso da calculadora na sala de aula: o que os professores de Matemática da 5ª série do Ensino Fundamental pensam sobre isto? In: IX ENCONTRO NACIONAL DE EDUCAÇÃO MATEMÁTICA. Anais do IX ENEM: Diálogos entre a Pesquisa e a Prática Educativa. Belo Horizonte: SBEM, 2007, p. 1-14.

WOOD, Larry E. Estratégias do pensamento: técnicas de aptidão mental. Tradução de Claudia C. Duarte. São Paulo: Círculo do Livro, 1997.




DOI: http://dx.doi.org/10.33532/revemop.v1n3a01

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 Revemop está licenciada sob Creative Commons