Progressões Aritmética e Geométrica: visões a partir dos livros de Aritmética e Álgebra de Serrasqueiro e Ottoni

Thais Duarte Neves, Flávia dos Santos Soares

Resumo


Resumo: Ao olhar para livros didáticos utilizados no Brasil, percebe-se que as Progressões estiveram presentes dentre os conteúdos de Aritmética e de Álgebra, oscilando entre esses campos ao longo do século XIX. Este artigo é um recorte de uma pesquisa e tem como objetivo investigar de que forma as Progressões se configuraram nas propostas para o ensino de Matemática na escola secundária no século XIX em obras didáticas de Álgebra e de Aritmética. Os livros Tratado Elementar de Arithmetica e Tratado de Algebra Elementar do português José Adelino Serrasqueiro e Elementos de Arithmetica e Elementos de Algebra do brasileiro Cristiano Benedito Ottoni, foram considerados para análise, especialmente por terem sido adotados no Colégio Pedro II, instituição referência para o ensino secundário brasileiro durante o século XIX.

Palavras-chave: Colégio Pedro II. Ensino secundário. Progressões. Adelino Serrasqueiro. Cristiano Ottoni.

 

Arithmetic and Geometric Progressions: views from the books of Arithmetic and Algebra of Serrasqueiro and Ottoni

Abstract: When looking at textbooks used in Brazil, we notice that the Progressions were present between the contents of Arithmetic and Algebra, oscillating between these fields throughout the nineteenth century. This article is part of a research and aims to investigate how the Progressions were configured in the proposals for the teaching of Mathematics in secondary school in the nineteenth century in textbooks of Algebra and Arithmetic. The textbooks Tratado Elementar de Arithmetica and Tratado de Algebra Elementar written by the Portuguese José Adelino Serrasqueiro and Elementos de Arithmetica e Elementos de Algebra written by the Brazilian Cristiano Benedito Ottoni, were considered for analysis, especially since they were adopted in the Colégio Pedro II, reference institution for Brazilian secondary education during the 19th century.

Keywords: Colégio Pedro II. High school. Progressions. Adelino Serrasqueiro. Cristiano Ottoni.

 

Progresiones Aritmética y Geométrica: visiones a partir de los libros de Aritmética y Álgebra de Serrasqueiro y Ottoni

Resumen: Al mirar a libros didácticos utilizados en Brasil, se percibe que las Progresiones estuvieron presentes entre los contenidos de Aritmética e de Álgebra, oscilando entre esos campos a lo largo del siglo XIX. Este artículo es un recorte de una investigación y tiene como objetivo investigar de qué forma las Progresiones se configuraron en las propuestas para la enseñanza de Matemáticas en la escuela secundaria en el siglo XIX en obras didácticas de Algebra y de Aritmética. Los libros Tratado Elementar de Arithmetica y Tratado de Algebra Elementar del portugués José Adelino Serrasqueiro y Elementos de Arithmetica y Elementos de Algebra de brasileño Cristiano Benedito Ottoni, se consideraron para el análisis, sobre todo porque han sido adoptadas en el Colegio Pedro II, institución de referencia para la la enseñanza secundaria brasileña durante el siglo XIX.

Palavras chave: Colégio Pedro II. Enseñanza secundaria. Progresiones. Adelino Serrasqueiro. Cristiano Ottoni.


Texto completo:

PDF

Referências


ALVES, Gilberto Luiz. (Org.). Textos escolares no Brasil: clássicos, compêndios e manuais didáticos. Campinas: Autores Associados, 2015.

BELTRAME, Josilene. Os programas de ensino de Matemática do Colégio Pedro II: 1837-1932. 2000. 267f. Dissertação (Mestrado em Matemática) – Departamento de Matemática. Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro.

BITTENCOURT, Circe Maria Fernandes. Em foco: história, produção e memória do livro didático (Apresentação). Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 30, n. 3, p. 471-473, set./dez. 2004.

CARR, Edward Hallet. Que é História? Tradução Lúcia Mauricio de Alverga. 8. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2002.

CORRÊA, Rosa Lydia Teixeira Corrêa. O livro escolar como fonte de pesquisa em História da Educação. Cadernos Cedes, Campinas, v. 20, n. 52, p. 11-24, nov. 2000.

FARIA FILHO, Luciano Mendes de; VIDAL, Diana Gonçalves. Os tempos e os espaços escolares no processo de institucionalização da escola primária no Brasil. Revista Brasileira de Educação, Rio de Janeiro, n. 14, p. 19-34, maio/ago. 2000.

GALVÃO, Ana Maria de Oliveira; LOPES, Eliane Marta Teixeira. Território plural: a pesquisa em História da Educação. São Paulo: Ática, 2010.

GARNICA, Antonio Vicente Marafioti; SOUZA, Luzia Aparecida de. Elementos de História da Educação Matemática. São Paulo: Cultura Acadêmica, 2012.

HENRIQUES, Helena Castanheira; OLIVEIRA, Cristina Teles de; MAGALHÃES, Fernando. O tributo do ensino militar na escolarização matemática. In: CONFERÊNCIA INTERAMERICANA DE EDUCAÇÃO MATEMÁTICA, 13, 2011, Recife. Anais da XIII CIAEM. Recife: CIAEM, 2011, p. 1-13.

JULIA, Dominique. A cultura escolar como objeto histórico. Revista Brasileira de História da Educação, Campinas, v. 1, n. 1, p. 9-43, jan./jun. 2001.

MIGUEL, Antônio; MIORIM, Maria Ângela. Os logaritmos na cultura escolar brasileira. Campinas, Rio Claro: Gráfica da FE-Unicamp / Sociedade Brasileira de História da Matemática, 2002.

OTTONI, Chiristiano Benedicto. Elementos de Algebra. 8. ed. Rio de Janeiro: Livraria Classica de Alves e Comp., 1893.

OTTONI, Christiano Benedicto. Elementos de Arithmética. 2. ed. Rio de Janeiro: Tipographia Universal de Laemmert, 1855.

SERRASQUEIRO, José Adelino. Tratado de Algebra Elementar. 12. ed. Coimbra: Livraria Central de J. Diogo Pires – Sucessoras, 1918.

SERRASQUEIRO, José Adelino. Tratado Elementar de Arithmetica. 20. ed. Coimbra: Livraria Central de J. Diogo Pires – Sucessoras, 1919.

SHUBRING, Gert. Pesquisar sobre a história do ensino da Matemática: metodologia, abordagens e perspectivas. In: ENCONTRO DE INVESTIGAÇÃO EM EDUCAÇÃO MATEMÁTICA, XII, Beja. Actas do XII EIEM, Beja: SPCE (Sociedade Portuguesa de Ciências da Educação), 2004, p. 5-20.

SILVA, Circe Mary Silva da. O livro didático de Matemática do Brasil no século XIX. In: FOSSA, John Andrew. (Org.). Facetas do Diamante: ensaios sobre Educação Matemática e História da Matemática. Rio Claro: Editora da SBHMat, 2000, p. 109-162.

SOARES, Magda Becker. Um olhar sobre o livro didático. Presença Pedagógica, Belo Horizonte, v. 2, n. 12, p. 53-63, nov./dez. 1996.

VALENTE, Wagner Rodrigues. Uma História da Matemática Escolar no Brasil (1730-1930). São Paulo: Annablume, 1999.

VECHIA, Ariclê; LORENZ, Karl Michael. Programas de ensino da escola secundária brasileira: 1850-1951. Curitiba: Editora do Autor, 1998.




DOI: http://dx.doi.org/10.33532/evemop.v1n2a8

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 Revemop está licenciada sob Creative Commons