Frações nos livros brasileiros do Programa Nacional do Livro Didático (PNLD)

Nilce Fátima Scheffer, Arthur Belford Powell

Resumo


Este artigo tem por objeto investigar a noção de fração apresentada nos livros de Matemática do Ensino Fundamental, aprovados pelo Programa Nacional do Livro Didático (PNLD), de 2019, no Brasil. Ao investigar como os livros abordam a referida noção, o estudo contempla uma discussão sobre políticas públicas, noção de fração, visualização e representação, bem como um estudo qualitativo, com análise a partir de categorias. Os resultados apontam que as coleções analisadas põem em evidência o tema frações no 4º ano, assim como a interpretação predominante corresponde à noção de parte-todo; os exemplos se voltam à partição de alimentos, às situações cotidianas concretas e às quantidades discretas.

Palavras-chave: Números racionais. Frações. Livro didático do Ensino Fundamental. Políticas públicas. Visualizações e representações de frações.

 

Fractions in Brazilian textbooks of the National Program of Didactic Books (PNLD)

 

Abstract: This article investigates how fractions are presented in the mathematics textbooks for elementary school approved by the Brazilian National Textbook Program (PNLD) for 2019. Through investigating how textbooks approach the concept of fractions, this study discusses public policies, the definition of fraction, and their visualization and representation. The analysis is qualitative through categorization. The results show that the PNLD-approved textbooks emphasize the fraction theme in the fourth grade, based on the part-whole perspective as the main definitional approach and supported by examples of fractions that refer to partitioning concrete-everyday continuous objects as well as the grouping of discrete objects.

Keywords: Rational Numbers. Fractions. Elementary School Textbooks. Public policies. Visualizations and Representations of fractions.

 

Fracciones en los libros brasileños del Programa Nacional del Libro Didáctico (PNLD)

 

Resumen: Este artículo investiga el abordaje de la noción de fracción en el libro de Matemáticas de la Enseñanza Fundamental del Programa Nacional del Libro Didáctico (PNLD) de 2019 en Brasil. El estudio pesquisa como los libros establecen conexión con las representaciones y fracciones. Contempla discusión sobre políticas públicas, noción de fracción que sobrepasa a la enseñanza y el aprendizaje en Matemáticas. En el análisis de la investigación cualitativa se realizó la clasificación en categorías de los datos y resultados. Las colecciones analizadas presentan el tema en el 4º año, y la interpretación predominante en estos libros se refiere a la noción de parte-todo. Los ejemplos presentes se vuelven para partición de alimentos, situaciones cotidianas concretas y cuantidades discretas.

Palavras chave: Números racionales. Fracciones. Libro didáctico de la Enseñanza Fundamental. Políticas públicas. Vistas de fracciones y representaciones.

Texto completo:

PDF

Referências


ALAJMI, Amal Hussain. How do elementary textbooks address fractions? A review of Mathematics textbooks in the USA, Japan and Kuwait. Educational Studies in Mathematics, v. 79, n. 2, p. 239-261, feb. 2012.

AVEIRO, José Carlos. Formalização do conjunto dos números racionais e alguns jogos com frações. 2015. 54f. Dissertação (Mestrado em Matemática em Rede Nacional) – Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas. Universidade Estadual Paulista. São José do Rio Preto.

BAILEY, Drew H.; HOARD, Mary K.; NUGENT, Lara; GEARY, C. David. Competence with fractions predicts gains in mathematics achievement. Journal of Experimental Child Psychology, v. 113, n. 3, p. 447-455, nov. 2012.

BARDIN, Laurence. Análise de conteúdo. Tradução de Luís Antero Reto e Augusto Pinheiro. São Paulo: Edições 70, 2011.

BEHR, Merlyn J.; KHOURY, Helen A.; HAREL, Guershon; POST, Thomas; LESH, Richard. Conceptual units analysis of preservice elementary school teachers' strategies on a rational-number-as-operator task. Journal for Research in Mathematics Education, v. 28, n.1, p. 48-69, jan. 1997.

BERGER, Margot. Reading Mathematics textbooks: diferent Reading Styles. In: INTERNATIONAL CONFERENCE ON MATHEMATICS TEXTBOOKS RESEARCH AND DEVELOPMENT, 2, 2017, Rio de Janeiro. Anais do ICTM-2017. Rio de Janeiro: SBM, 2017, p. 70-71.

BOOTH, Julie L.; NEWTON, Kristie J. Fractions: could they really be the gatekeeper’s doorman? Contemporary Educational Psychology, v. 37, n. 4, p. 247-253, 2012.

BRANDT, Célia Fink; MORETTI, Méricles Thadeu. O papel dos registros de representação na compreensão do sistema de numeração decimal. Educação Matemática Pesquisa, São Paulo, v. 7, n. 2, p. 201-227, jul./dez. 2005.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Básica. Base Nacional Comum Curricular. Brasília: MEC/SEB, 2017.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais: Matemática. Brasília: MEC/SEF,1997.

CUNHA, Edson Carlos. Reforço escolar: o uso de jogos e materiais manipuláveis no ensino de frações. 2016. 122f. Dissertação (Mestrado em Educação Escolar) – Núcleo de Ciências Humanas. Universidade Federal de Rondônia. Porto Velho.

CURY, Carlos Roberto Jamil. Direito à educação: direito à igualdade, direito à diferença. Cadernos de Pesquisa, São Paulo, n. 116, p. 245-262, jul. 2002.

DAVID, Maria Manuela Martins Soares; FONSECA, Maria da Conceição Ferreira Reis. Sobre o conceito de número racional e a representação fracionária. Presença Pedagógica, Belo Horizonte, n. 14, p. 59-71, mar./abr. 1997.

DOURADO, Luiz Fernando. Políticas e gestão da Educação Básica no Brasil: limites e perspectivas. Educação & Sociedade, Campinas: v. 28, n. 100, p. 921-946, out. 2007.

DRISCOLL, Mark. Research within reach: secondary school Mathematics. Reston: National Council of Teachers of Mathematics, 1982.

DUVAL, Raymond. Semiósis e pensamento humano: registro semiótico e aprendizagens intelectuais. Tradução de Lênio Fernandes Levy e Marisa Rosâni Abreu da Silveira. São Paulo: Editora Livraria da Física, 2009.

ESCOLANO, Rafael Vizcarra; GAIRIN, Joaquim Sallán. Modelos de medida para la enseñanza del número racional em Educación Primaria. UNIÓN – Revista Iberoamericana de Educação Matemática, n. 1, p. 17-35, mar. 2005.

FAZIO, Lisa; SIEGLER, Robert. S. Teaching fractions. Geneva: International Academy of Education; International Bureau of Education: 2011.

FLORES, Cláudia Regina; WAGNER, Débora Regina; BURATTO, Ivone Catarina. Pesquisa em visualização na Educação Matemática: conceitos, tendências e perspectivas. Educação Matemática e Pesquisa, São Paulo, v. 14, n. 1, p. 31-45, jan./abr. 2012.

KIEREN, Thomas E. Personal knowledge of rational numbers: its intutive and formal development. In: HIEBERT, James; BEHR, Merlyn. (Ed.) Number concepts and operations in the Middle Grades. Hillsdale, New Jersey: Erlbaum, 1988, p. 162-180.

KIEREN, Thomas E. On the mathematical, cognitive and instructional foundations of rational number. In: LESH, Richard A. (Ed.). Number and measurement. Columbus, Ohio: ERIC Clearinghouse for Science, Mathematics, and Environmental Education, 1976, p. 101-144.

KIEREN, Thomas E. The rational number construct-Its elements and mechanisms. In: KIEREN, Thomas E. (Ed.). Recent research on number learning. Columbus, Ohio: ERIC Clearinghouse for Science, Mathematics, and Environmental Education, 1980, p. 125-150.

LAMON, Susan J.. Teaching fractions and ratios for understanding: essential content knowledge and instructional strategies for teachers. 2. ed. New York: Lawrence Erlbaum Associates, 2005.

LEIVAS, José Carlos Pinto. Imaginação, intuição e visualização: a riqueza de possibilidades da abordagem geométrica no currículo de cursos de Licenciatura em Matemática. 2009, 294f. Tese (Doutorado em Educação) – Setor de Educação. Universidade Federal do Paraná. Curitiba.

LIMA, Rafael Pontes. O ensino e a aprendizagem significativa das operações com frações: sequência didática e o uso de tecnologias digitais para alunos do Ensino Fundamental II. 2014. 240f. Tese (Doutorado em Educação em Ciências e Matemática) – Rede Amazônica de Educação em Ciências e Matemática. Universidade Federal do Pará. Macapá.

LOURENÇO, Edrei Henrique; OLIVEIRA, Paulo César. O conceito de função na produção acadêmica da PUC/SP via registros de representação semiótica. Educação Matemática Pesquisa, São Paulo, v. 16, n. 2, p. 369-383, maio/ago. 2014.

O´HALLORAN, Kay. A multimodal approach for theorising and analysing Mathematics textbooks. In: INTERNATIONAL CONFERENCE ON MATHEMATICS TEXTBOOKS RESEARCH AND DEVELOPMENT, 2, 2017, Rio de Janeiro. Anais do ICTM-2017. Rio de Janeiro: SBM, 2017, p. 25-48.

OLIVEIRA, Breynner R.; TONINI, Adriana M. (Org.). Gestão escolar e formação continuada de professores: o Programa Nacional de Gestores na Universidade Federal de Ouro Preto. Juiz de Fora: Editar, 2014.

POWELL Arthur Belford; ALI, Kendell. Design research in Mathematics Education: investigating a measuring approach to fraction sense. In: CUSTÓDIO, José Francisco; COSTA, David Antônio; FLORES, Cláudia Regina; GRANDO, Célia Regina. (Org.). Programa de Pós-Graduação em Educação Científica e Tecnológica (PPGECT): contribuições para a pesquisa e ensino. São Paulo: Editora Livraria da Física, 2018, p. 221- 242.

POWELL, Arthur Belford. Measuring perspective of fraction knowledge: Integrating historical and neurocognitive findings. Revista Sergipana de Matemática e Educação Matemática, Alagoas, v. 4, n. 1, p. 1-19, 2019.

POWELL, Arthur Belford. Recuando para avançar: rumo a uma abordagem do século XXI para conhecimento de fração com o Modelo-4A de Instrução. Perspectiva, Florianópolis, v. 36, n. 2, p. 399-420, abr./jun. 2018.

POWELL, Arthur Belford; BAIRRAL, Marcelo Almeida. A escrita e o pensamento matemático: interações e potencialidades. Campinas: Papirus, 2006.

REZAT, Sebastian, STRÄBER, Rudolf. Textbook use by teachers and students: results and methods. In: INTERNATIONAL CONFERENCE ON MATHEMATICS TEXTBOOKS RESEARCH AND DEVELOPMENT, 2, 2017, Rio de Janeiro. Anais do ICTM-2017. Rio de Janeiro: SBM, 2017, p. 66.

RIPOLL, Cydara Cavedon; CARVALHO, Sandro Azevedo. The introduction to Algebra in textbooks. In: INTERNATIONAL CONFERENCE ON MATHEMATICS TEXTBOOKS RESEARCH AND DEVELOPMENT, 2, 2017, Rio de Janeiro. Anais do ICTM-2017. Rio de Janeiro: SBM, 2017, p. 116-127.

SANTOS, Pablo Silva Machado Bispo. Guia prático da política educacional no Brasil: ações, planos, programas, impactos. São Paulo: Cengage Learning, 2015.

SCHEFFER, Nilce Fátima. Tecnologias digitais e representação matemática de movimentos corporais. Curitiba: Appris, 2017.

SEGETI, Liliane Giglio Canelhas de Abreu. O ensino de frações por uma abordagem inspirada nos pressupostos educacionais da Teoria das Inteligências Múltiplas. 2015.164f. Dissertação (Mestrado em Ensino, História e Filosofia das Ciências e Matemática) – Centro de Ciências Naturais e Humanas. Universidade Federal do ABC. Santo André.

SIEGLER, Robert S.; DUNCAN, Greg; DAVIS-KEAN, Pamela; DUCKWORTH, Kathryn; CLAESSENS, Amy; ENGEL, Mimi; SUSPERREGUY, Maria Ines; CHEN, Meichu. Early predictors of High School Mathematics achievement. Psychological Science, v. 23, n. 7, p. 691-697, jun. 2012.

SIEGLER, Robert S.; FORGUES, Hugues Lortie. Hard lessons: why rational number arithmetic is so difficult for so many people. Current Directions in Psychological Science, v. 26, n. 4, p. 346-351, aug. 2017.

SIMONI, Tatiéle Carla Costella; SCHEFFER, Nilce Fátima. A superação do erro no estudo de frações: uma discussão quanto a contribuições das TIC e de materiais manipulativos. Revista Sergipana de Matemática e Educação Matemática, v. 4, n. 1, p. 20-36, 2019.

SPINILLO, Alina; BEZERRA, Francisco Brado; MAGINA, Sandra. Como desenvolver a compreensão da criança sobre fração? Uma experiência de ensino. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos, Brasília, v. 90, n. 225, p. 411-432, maio/ago. 2009.

TEIXEIRA, Alexis Martins. O professor, o ensino de fração e o livro didático: um estudo investigativo. 2008. 195f. Dissertação (Mestrado em Ensino de Matemática) – Faculdade de Ciências Exatas e Tecnologias. Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. São Paulo.

TORBEYNS, Joke; SCHNEIDER, Michael; XIN, Ziqiang; SIEGLER, Robert. Bridging the gap: fraction understanding is central to mathematics achievement in students from three different continents. Learning and Instruction, v. 37, p. 5-13, jun. 2015.

VAZ, Rafael Filipe Novoa. Metodologia didática de análise de soluções aplicada ao ensino de frações. 2013. 81f. Dissertação (Mestrado em Ensino de Matemática) – Instituto de Matemática. Universidade Federal do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro.

WU, Hung-Hsi. How to prepare students for Algebra. American Educator, v. 25, n. 2. p. 1-7, 2001.

ZIMMERMANN, Walter; CUNNINGHAM, Steve. Editors´ Introduction: What is Mathematical Visualization? In: ZIMMERMANN, Walter; CUNNINGHAM, Steve. (Ed.). Visualization in teaching and learning Mathematics. Washington: MAA, 1991, p. 1-7.




DOI: http://dx.doi.org/10.33532/revemop.v1n3a08

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 Revemop está licenciada sob Creative Commons