Uma abordagem etnomatemática para o Currículo Trivium

Milton Rosa, Marcos Paulo Vieira Raimundi

Resumo


Um dos principais objetivos da Educação Matemática é buscar o desenvolvimento de um processo educacional que possibilite a aquisição e a utilização, pelos alunos, de instrumentos comunicativos, analíticos e materiais essenciais para o pleno exercício dos direitos e deveres intrínsecos à cidadania. Este artigo teórico visa ressaltar que esses instrumentos estão relacionados com a proposição do Currículo Trivium para a Matemática, no qual são considerados três componentes: a) a literacia, que está relacionada com a funcionalidade dos indivíduos na sociedade; b) a materacia, que está relacionada com o entendimento de situações inovadoras desenvolvidas por indivíduos criativos; e c) a tecnoracia, que está relacionada com a utilização astuta dos materiais disponíveis em contextos culturais diversos.

Palavras-chave: Currículo Trivium. Etnomatemática. Literacia. Materacia. Tecnoracia.


An ethnomathematical approach to the Trivium Curriculum

One of the main objectives of Mathematics Education is to seek the development of an educational process that enables students to acquire and use communicative, analytical, and material instruments which are essential for the exercise of rights and duties intrinsic to citizenship. This theoretical article aims to emphasize that these instruments are related to the proposition of the Trivium Curriculum for Mathematics, in which three components are considered: a) literacy, which is related to the functionality of individuals in society; b) matheracy, which is related to the understanding of innovative situations developed by creative individuals; and c) technoracy, which is related to the astute use of materials available in diverse cultural contexts.

Keywords: Trivium Curriculum. Ethnomathematics. Literacy. Matheracy. Technoracy.


Un abordaje etnomatemática para el Currículo Trivium

Uno de los principales objetivos de la Educación Matemática es buscar el desarrollo de un proceso educativo que haga posible la adquisición y la utilización por los alumnos de instrumentos comunicativos, analíticos y materiales esenciales para el pleno ejercicio de los derechos y deberes intrínsecos a la ciudadanía. Este artículo teórico apunta a resaltar que estos instrumentos están relacionados con la proposición del Currículo Trivium para las Matemáticas, en el cual se consideran tres componentes: a) la literacía, que está relacionada con la funcionalidad de los individuos en la sociedad; b) la materacía, que está relacionada con el entendimiento de situaciones innovadoras desarrolladas por individuos creativos; y c) la tecnoracía, que está relacionada con la utilización hábil de los materiales disponibles en contextos culturales diversos.

Palabras clave: Currículo Trivium. Etnomatemáticas. Literacía. Materacía. Tecnoracía


Texto completo:

PDF

Referências


ADAM, Aishath Shehenaz. Ethnomathematics in the Maldivian curriculum. In: INTERNATIONAL CONGRESS ON ETHNOMATHEMATICS, 2, 2002, Ouro Preto. Proceedings ICEm2. Ouro Preto: UFOP/ISGEm, 2002, p. 11-21.

ALVES, Gelindo Martineli. As contribuições da Etnomatemática e da perspectiva sociocultural da história da Matemática para a formação da cidadania dos alunos de uma turma do 8º ano do Ensino Fundamental por meio do ensino e aprendizagem de conteúdos da educação financeira. 2014. 358f. Dissertação (Mestrado em Educação Matemática). Instituto de Ciências Exatas e Biológicas, Universidade Federal de Ouro Preto. Ouro Preto.

BANDEIRA, Francisco de Assis; LUCENA, Isabel Cristina Rodrigues. (Org). Etnomatemática e práticas profissionais. Natal: EdUFRN, 2004.

BASSANEZI, Rodney Carlos. Ensino-aprendizagem com modelagem matemática. São Paulo: Contexto, 2002.

BIGODE, Antonio José Lopes. Matemática hoje é feita assim. São Paulo: FTD, 2000.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais: Matemática. Brasília: MEC/SEF, 1998.

CORTES, Diego Pereira de Oliveira. Re-significando os conceitos de função: um estudo misto para entender as contribuições da abordagem dialógica da Etnomodelagem. 2017. 226f. Dissertação (Mestrado em Educação Matemática). Instituto de Ciências Exatas e Biológicas, Universidade Federal de Ouro Preto. Ouro Preto.

D’AMBROSIO, Ubiratan. Etnomatemática. São Paulo: Ática, 1990.

D’AMBROSIO, Ubiratan. As matemáticas e seu entorno sócio-cultural. In: CONGRESO IBEROAMERICANO DE EDUCACIÓN MATEMÁTICA, 1, 1990, Seville. Proceedings I CIBEM. Paris: UNESCO, 1991. p. 70-82.

D’AMBROSIO, Ubiratan. Etnomatemática: um programa. Educação Matemática em Revista, Blumenau, v. 1, n. 1, p. 5-11, 1993.

D’AMBROSIO, Ubiratan. História da Matemática e Educação. Cadernos CEDES, n. 40, Campinas, p. 7-17, 1996.

D’AMBROSIO, Ubiratan. Etnomatemática: arte ou técnica de explicar e conhecer. São Paulo: Ática, 1998.

D’AMBROSIO, Ubiratan. Literacy, matheracy and technoracy: a trivium for today. Mathematical Thinking and Learning, v. 1, n. 2, p. 131-153, 1999.

D’AMBROSIO, Ubiratan. Etnomatemática: elo entre as tradições e a modernidade. Belo Horizonte, Autêntica, 2001.

D’AMBROSIO, Ubiratan. Etnomatemática e Educação. Reflexão e Ação, Santa Cruz do Sul, v. 10, n. 1, p. 7-19, 2002.

D’AMBROSIO, Ubiratan. Sociedade, cultura, Matemática e seu ensino. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 31, n.1, p. 99-120, jan./abr. 2005.

D’AMBROSIO, Ubiratan. O Programa Etnomatemática: uma síntese. Acta Scientiae, Canoas, v. 10, n. 1, p. 7-16, jan./jun. 2008.

D’AMBROSIO, Ubiratan. A transdisciplinaridade como uma resposta à sustentabilidade. Terceiro Incluído, Goiânia, v. 1, n. 1, p. 1-13, jan./jun. 2011.

D’AMBROSIO, Ubiratan. Educação para uma sociedade em transição. 3. ed. São Paulo: Editora Livraria da Física, 2016.

D’AMBROSIO, Ubiratan; D'AMBROSIO, Beatriz Silva. The role of Ethnomathematics in curricular leadership in Mathematics Education. Journal of Mathematics Education at Teachers College, v. 4, n. 1, p. 10-16, 2013.

D’AMBROSIO, Ubiratan; ROSA, Milton. Um diálogo com Ubiratan D’Ambrosio: uma conversa brasileira sobre Etnomatemática. Revista Latinoamericana de Etnomatemática, San Juan de Pasto, v. 1, n. 2, p. 88-110, jul./dez. 2008.

DUARTE, Cláudia Glavann. Implicações curriculares a partir de um olhar sobre o mundo da construção civil. In: KNIJNIK, Gelsa; WANDERER, Fernanda; OLIVEIRA, Cláudio José. (Org.). Etnomatemática: currículo e formação de professores. Santa Cruz do Sul: EdUNISC, 2004, p. 195-215.

FERREIRA, Eduardo Sebastiani. Etnomatemática: uma proposta metodológica. Rio de Janeiro: MEM/USU, 1997.

KNIJNIK, Gelsa. O saber acadêmico e o saber popular na luta pela terra. Educação Matemática em Revista, Blumenau, v. 1, n. 1, p. 5-11, 1993.

LIPKA, Jerry. Connecting Yup’ik elders’ knowledge to School Mathematics. In: INTERNATIONAL CONGRESS ON ETHNOMATHEMATICS, 2, 2002, Ouro Preto. Proceedings ICEm2. Ouro Preto: UFOP/ISGEm, 2002, p. 42-53.

MEDEIROS, Kátia Maria de. A influência da calculadora na resolução de problemas matemáticos abertos. Educação Matemática em Revista, v. 10, n. 14, p. 19-28, ago. 2003.

POWELL, Arthur Belford; FRANKENSTEIN, Marilyn. Ethnomathematics: challenging Eurocentrism in Mathematics Education. Albany: State University of New York Press, 1997.

ROSA, Milton. A mixed-methods study to understand the perceptions of high school leaders about English Language Learners (ELL) students: the case of Mathematics. 2010. 615f. Tese (Doutorado em Liderança Educacional). College of Education, California State University. Sacramento.

ROSA, Milton; OREY, Daniel Clark. Vinho e queijo: Etnomatemática e Modelagem! Bolema, Rio Claro, v. 16, n. 20, p. 1-16, set. 2003.

ROSA, Milton; OREY, Daniel Clark. Tendências atuais da Etnomatemática como um programa: rumo à ação pedagógica. Zetetiké, Campinas, v. 13, n. 23, 121-136, jan./jun. 2005.

ROSA, Milton; OREY, Daniel Clark. Abordagens atuais do Programa Etnomatemática: delineando um caminho para a ação pedagógica. Bolema, Rio Claro, v. 19, n. 26, p. 1-26, 2006.

ROSA, Milton; OREY, Daniel Clark. Ethnomodeling: a pedagogical action for uncovering ethnomathematical practices. Journal of Mathematical Modelling and Application, v. 1, n. 3, p. 58-67, 2010.

ROSA, Milton; OREY, Daniel Clark. Fragmentos históricos do Programa Etnomatemática: como tudo começou? In: In: ENCONTRO LUSO-BRASILEIRO DE HISTÓRIA DA MATEMÁTICA, 6, 2014, São João del Rey. Anais do 6º ELBHM. Natal: SBHMat, 2014. p. 535-558.

ROSA, Milton; OREY. Daniel Clark. A trivium curriculum for mathematics based on literacy, matheracy, and technoracy: an ethnomathematics perspective. ZDM, v. 47, n. 4, p. 587-598, 2015.

ROSA, Milton; OREY, Daniel Clark. State of the art in Ethnomathematics. In ROSA, Milton. et al. (Ed). Current and futures perspectives of Ethnomathematics as a Program. ICME-13 Topical Surveys. Hamburg: Springer Open, 2016.

ROSA, Milton; OREY, Daniel Clark. Influências etnomatemáticas em salas de aula: caminhando para a ação pedagógica. Curitiba: Appris, 2017.

SCANDIUZZI, Pedro Paulo. Água e óleo: Modelagem e Etnomatemática? Bolema, Rio Claro, v. 15, n. 17, p. 52-58, maio 2002.

SKOVSMOSE, Ole. Educação crítica: incerteza, Matemática, responsabilidade. Tradução de Maria Aparecida Viggiani Bicudo. 2. ed. São Paulo: Cortez, 2007.

SOUSA, Olenêva Sanches. Programa Etnomatemática: interfaces e concepções e estratégias de difusão e popularização de uma teoria geral do conhecimento. 2016. 276f. Tese (Doutorado em Educação Matemática). Universidade Anhanguera, São Paulo.




DOI: http://dx.doi.org/10.33532/revemop.v1n1a4

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 Revemop está licenciada sob Creative Commons